Blog

Escola de dança Aline Rosa… Uma fênix que dança

Ser empreendedor de arte e cultura é um desafio constante, é lutar todos os dias para permanecer no mercado. São inúmeros os cursos de gestão que nos apontam um caminho a seguir, mas que nem sempre refletem a nossa realidade e da comunidade em que estamos inseridos.

Investimos em sonhos e vamos aprendendo com o decorrer da caminhada. Cada ano um novo desafio, um exercício constante de criatividade uma busca incessante por inovação.

Muitas alegrias que justificam a nossa permanência, muitas decepções que nos convidam a refletir sobre como alcançar nossos objetivos, muitas frustrações com as pessoas que nos mostram que a vida é feita de ciclos.

Somos artistas administrando um negócio que é feito de pessoas, números, estatísticas e planejamento. Isto torna difícil equilibrar na balança a arte de dançar com a arte de empreender. Nos tornamos equilibristas ao administrar recursos e mestres em fazer nosso ofício sem incentivo, investimento ou valorização. 

Talvez a falta de entendimento da importância da dança enquanto atividade física, da necessidade de uma formação como educador, da relevância do ensino superior na área, da pesquisa, dos cursos de capacitação façam com que as pessoas aceitem fazer aula com um professor ou em um espaço onde se vende apenas a ideia de felicidade.

A qualidade técnica, a metodologia de cada modalidade de dança, a formação dos professores é o que torna o ensino aprendizagem da dança uma atividade responsável que respeita o aluno e sua família.

Estamos a 27 anos ensinando, refletindo, dialogando e construindo um trabalho que precisa ser repensado a cada momento. A convivência com a equipe, pais e alunos nos apontam o que precisa ser aprimorado e modificado. Não existe perfeição e parte do processo de gestão de uma instituição de ensino está na escuta de quem faz parte dela.

Importante ter a missão e o propósito da escola definidos, é saber como vamos realizar nosso trabalho.

1995 foi o início do sonho, quantas dúvidas, erros e acertos, expectativas e medo. Primeiro espaço, alunos e em seis meses a criação de um espetáculo.

Desde este momento nunca nos acomodamos diante do fato que esta é a nossa receita de Escola. Muitos professores e alunos já estiveram conosco e nos convidaram a repensar a nossa dança. O cansaço também é parte do pacote. Entre aulas, festivais, mostras de dança e espetáculos vamos dando corpo ao trabalho. 

Enfrentamos crise econômica, falta de apoio à dança, falta de políticas publicas para dança, pandemia e agora um triste momento de nossa história. Em 2022 depois de 18 anos no mesmo local o fogo tento levar um legado, capítulos de uma trajetória. Quatro dias antes de nosso espetáculo anual enfrentamos nosso maior desafio. Embalados pelo tema poemas que dançam pisamos no palco e mostramos que nosso sonho é repleto de coragem, de significado e que estamos unidos.

O resultado? Estamos de volta em um novo espaço que tem a nossa energia, com o verde que veste a nossa esperança de que a dança continua, que vamos completar 28 anos, que nosso compromisso não encerrou, que a fuligem, o fogo e a água apenas nos mostraram que nossa missão é especial e única. Continuamos firme em nosso propósito, com muitas ideias e ideais, sonhos e metas.

Somos coragem, foco, fé e força.

Somos feitos da dança que vibra dentro de nós, do sorriso que se abre quando a música toca, do momento de pisar no palco e fazer acontecer.

Somos feitos de cada aula, ensaio, coreografia e espetáculo.

Somos escola que acredita na educação através da dança.

Fomos idealizados para você descobrir que o lugar de dançar é aqui.

Método Primeiros Passos

Preencha o formulário e nossa equipe entrará em contato com você.

Antes de sair, não esqueça de agendar uma aula experimental

Preencha o formulário e nossa equipe entrará em contato com você.

Agende sua aula experimental

Preencha o formulário e nossa equipe entrará em contato com você.